As 5 mortes mais dolorosas de Harry Potter

Header Ads Widget

Ticker

6/recent/ticker-posts

As 5 mortes mais dolorosas de Harry Potter

Sirius Black
Levou muito tempo até que Harry e Sirius pudessem se conhecer e ter um relacionamento de padrinho e afilhado. E, mesmo depois de terem ficado tão próximos, os dois não puderam aproveitar integralmente essa relação – já que Sirius morreu precocemente.

Isso por si só já tornaria a morte de Black bastante triste, mas, além disso, o personagem também era muito querido pelo público. Seu jeito corajoso, leal e um pouco explosivo conquistou os fãs, que torciam para que o bruxo – que ficou tantos anos injustamente em Azkaban -, pudesse desfrutar de sua liberdade.

Morto por sua prima Belatriz Lestrange (nos livros, através de um feitiço, Belatriz apenas o “empurra” para a morte, que só acontece de fato porque ele cai no Véu da Morte), Sirius não pôde ver o fim de Voldemort, mas temos certeza de que se estivesse vivo, teria contribuído ainda mais para a Ordem da Fênix e seria uma das figuras mais presentes na vida de Potter.

Dobby

Um dos personagens mais puros e carismáticos de Harry Potter, Dobby, o elfo doméstico que tentou proteger Harry a qualquer custo, ganhou nossos corações. Além de ser um dos maiores aliados do bruxo em sua busca por derrotar Voldemort, Dobby tem um senso de justiça e bondade raros de se encontrar por aí.

Provavelmente por isso, sua morte – também causada por Belatriz Lestrange -, é talvez a cena mais dramática de toda a saga, marcando inclusive uma transição na própria história, que se torna muito mais sombria dali para frente.

Alvo Dumbledore

Nem o amado diretor da Escola de Magia e Bruxaria de Hogwarts conseguiu escapar de um trágico fim na saga. Visto como um homem sábio e extremamente poderoso, Dumbledore teve sua morte sentida pelo público duas vezes.

A primeira quando de fato foi assassinado por Severo Snape e deixou Harry e todo o público indignados com a traição do professor. A segunda é quando vem à tona toda a verdade sobre seu fim, e entendemos quão doído, mas também quão necessário, foi o seu acordo com Snape.

Severo Snape

Visto como um dos maiores vilões de toda a história, é só no último filme da saga que descobrimos, na verdade, a lealdade e importância de Snape na vida de Harry. Apaixonado por sua mãe desde pequeno, o professor foi uma das figuras que mais protegeu o garoto contra Voldemort.

Seu fim, causado pelo próprio Lord das Trevas, é um dos mais cruéis e pesados da história. Especialmente por sabermos que como um dos grandes heróis da saga, o professor, em vida, nunca recebeu o reconhecimento que devia.

Fred Weasley

Os gêmeos Weasley sempre foram o maior alívio cômico de Harry Potter. Engraçados, aventureiros e sempre animados, eles foram responsáveis por diversas brincadeiras e estripulias ao longo da história.

Nos momentos sérios, no entanto, eles também estiveram presentes, e ao lado de outros personagens lutaram ferozmente contra Voldemort. A morte de Fred no finalzinho da saga é talvez uma das mais inesperadas da trama, e, especialmente tocante por sabermos que Jorge perdeu não apenas seu melhor amigo, mas também uma grande parte de si.


Postar um comentário

0 Comentários